Buscar
  • RUN

Corrida na areia: melhore a sua performance

Variar o terreno de corrida ajuda a melhorar a resistência, mas é preciso ter alguns cuidados para evitar lesões


Muitas cidades já estão liberando as práticas de atividades físicas nas areias e, quem tem a oportunidade, não pode desperdiçá-la. Correr perto do mar é muito gostoso e, além disso, traz uma série de benefícios, mas, ao mesmo tempo, é preciso ficar atento, principalmente com a possibilidade de lesões.


Muitos corredores têm dúvidas sobre as corridas na areia. Correr de tênis ou descalço? Melhor na areia fofa ou na batida? Se você tem algumas dessas questões ou outras sobre o assunto, este texto é para você!


Correr na areia exige mais do corpo, mas também aumenta a resistência cardiorrespiratória, fortalece as articulações e os músculos, principalmente as panturrilhas e os glúteos, que impulsionam o corpo para frente. Para quem não tem o costume de correr na areia, o ideal é iniciar pela areia molhada, passar para a batida e depois ir para a fofa.


A maior parte dos corredores costuma fazer mais treinamentos na batida, que se assemelha à rua, mas com menor impacto para o corpo.


A areia não tem o impulso de retorno grande como na rua ou esteira, por isso a energia gasta é maior. E na areia fofa é maior ainda! Por outro lado, a absorção do impacto é muito boa, preservando mais as articulações. Se você está mais acostumado ao asfalto, dê tempo para que o corpo se acostume a esse tipo de terreno.


Em relação ao calçado, o uso do dele diminui o risco de torcer ou machucar, sobretudo na areia fofa, e de pisar em conchas ou outros materiais, principalmente na areia batida. No entanto, a areia pode ser um ótimo aliado para fortalecer os pés com corridas sem o tênis.


Outras dicas


- Como a areia exige mais, diminua a intensidade e não foque inicialmente em tempo ou pace. Caso contrário, há a possibilidade de sobrecarregar as articulações e exigir demais do restante do corpo.


- Preste atenção na postura: tronco alinhado, ombros relaxados e abdômen contraído.


- Não esqueça nunca do protetor solar e labial, mesmo em dias nublados. Boné e óculos de sol também são indispensáveis. E, claro, da hidratação. Água gelada ou água de coco após o treino são ótimos para hidratar e deixar o corpo pronto para as próximas.


- Aproveite a possibilidade para fazer treinos descalços, que são ótimos para fortalecer os pés. Se você não está acostumado a correr descalço, não faça mais do que 10 minutos sem os calçados.


76 visualizações

© 2018 por MMJPA. Orgulhosamente criado por MMJPA.