Buscar
  • RUN

Excesso de treinos pode ser prejudicial ao corredor de rua

Prática é comum principalmente entre os atletas amadores e pode levar ao desgaste físico e mental no longo prazo


Muitos atletas amadores acreditam que “quanto mais treinar, melhor será a performance”. E, ao contrário do que alguns imaginam, o excesso de treinos, também conhecido como overtraining, pode ter o resultado oposto: levar à fadiga, à piora do desempenho e até ao abandono do esporte.


A síndrome acomete muitos atletas amadores – principalmente os que têm o pensamento citado no início do texto – e pode ter consequências drásticas, tanto para o corpo quanto para o psicológico.


Como saber se estou exagerando?


É preciso ter ciência de que o corpo tem um limite, que é diferente para cada um. O objetivo dos treinos não é chegar sempre ao limiar máximo de esforço. Treinamos para acostumar o corpo a determinadas distâncias, terrenos ou tempos, sempre em busca da melhor performance, mas com os cuidados devidos.


Para isso, o descanso é fundamental, seja qual for o seu objetivo com a corrida. O corpo, como um todo, precisa de folga e de boas noites de sono para, principalmente, evitar as lesões e contraturas provenientes da exaustão, repondo a energia gasta durante o exercício e fazendo com que haja condições para evoluir.


A recuperação e o descanso devem ser encarados como parte do treinamento. Então, se você corre todos os dias, em elevadas intensidades e não dorme o suficiente, saiba que pode ter problemas posteriormente.


Cuidados na retomada


Muitos atletas ficaram parados ou treinando em intensidades menores ao longo dos meses em que o Brasil enfrenta a pandemia de Covid-19. A retomada de treinos precisa ser planejada com cuidado, já que não é possível recuperar o tempo perdido.


Se houve redução da quantidade de treinos ou quilômetros percorridos e da intensidade, é normal que o corpo retorne em uma preparação menor do que antes da parada. Dê tempo para o corpo se acostumar novamente a rotina de treinos, evitando a possibilidade de lesões.


Principais sintomas


Além do cansaço, da fadiga muscular e do aumento da possibilidade de lesões, o excesso de treinos pode causar queda na imunidade, perda de sono e alterações sanguíneas, hormonais e no metabolismo, deixando o corpo mais suscetível a outras doenças. Já na área psicológica, pode gerar apatia, depressão e redução de interesse pelo esporte.


O ideal é ter uma planilha de treino, baseada nos interesses e objetivos com a corrida, para que o esporte seja prazeroso e, ao mesmo tempo, traga benefícios e resultados.


109 visualizações

© 2018 por MMJPA. Orgulhosamente criado por MMJPA.