© 2018 por MMJPA. Orgulhosamente criado por MMJPA.

Buscar
  • RUN

Homens e mulheres quebram recordes da Meia Maratona Internacional de João Pessoa

Atualizado: 12 de Dez de 2019

Percurso plano é ideal para que atletas busquem performance; os 25 mais rápidos (no masculino e feminino) ganharam medalhas especiais, incentivando os corredores mais velozes a dar o seu melhor

Cristiane Alves Xavier

A Meia Maratona Internacional de João Pessoa (MMJPA), realizada no último dia 17, registrou os recordes masculino e feminino da prova nos 21 quilômetros. Marcelo Avelar veio de São Paulo para ser o campeão com 1h12’17”, reduzindo o antigo tempo da prova (1h14’01”) em quase dois minutos. Na modalidade feminina, Cristiane Alves Xavier completou o percurso em 1h35’27” – quase 1 minuto abaixo resultado do ano anterior (1h36’36”).

Nos 10 quilômetros, somente Elisangela Maria da Cruz, com a marca de 44’03”, conseguiu quebrar os resultados de 2018. Os tempos de Edimar Ferreira (32’48”) nos 10 quilômetros e Thales Felipe (15’38”) e Conceição Lima (20’03”) – ambos nos 5 quilômetros –, registrados na edição de 2018, seguem como meta a ser batida para 2020.


Elisangela Maria da Cruz

Na categoria cadeirante, os 21 quilômetros foram representados pelo atleta Gilvan Andrade de Lima, que finalizou a prova em 1h03’07”. De percurso plano, a prova é excelente para atletas interessados em quebrar os seus recordes pessoais nas três distâncias.


Gilvan Andrade de Lima

“Campeão da Meia Maratona Internacional de João Pessoa. Que diaaaaaa! Uma bela prova, ótima organização, percurso perfeito, mas um calor e um vento contra do km 11 ao 21. Foram 10 quilômetros fazendo força contra o vento, numa temperatura de 30 graus. Pensa numa batalha boa!”, escreveu Marcelo Avelar, campeão dos 21 quilômetros, em seu Instagram. “E a energia do pessoal pelo caminho me incentivando? Pensa num povo acolhedor que me fez sentir em casa”, complementou.


Marcelo Avelar

Incentivo à velocidade

Além dos ganhadores, a MMJPA premiou os 25 melhores atletas masculinos e femininos com uma medalha exclusiva. Para ficar dentro deste seleto grupo, o corredor precisa obter o procurado sub1h30 nos 21 quilômetros. O último corredor a ser contemplado nessa modalidade concluiu a prova em 1h28’56”.


Para as corredoras, é preciso ser cerca de 5 minutos mais rápida do que o sub2, já que a 25ª colocada terminou a prova em 1h54’05”.



Confira os resultados finais



5 km – feminino

1ª - Tamires do Nascimento Santana - 00:21:13

2ª - Dayanna Miranda Soares - 00:23:26

3ª - Renata Maria Brito Marcondes - 00:23:32

4ª - Maria de Lourdes Ribeiro de Oliveira - 00:23:57

5ª - Francisca Ediclelma Lustosa - 00:25:03


5 km – masculino

1º - José Ricardo dos Santos - 00:16:58

2º - Flavio José da Silva - 00:17:12

3º - Alexandre Barros - 00:18:28

4º - Adriano Mota Silva - 00:18:49

5º - Arlindo Clementino Tavares de Melo - 00:19:16


10 km – feminino

1ª - Elisangela Maria da Cruz - 00:44:03

2ª - Lindalva Maria Galdino de Lima - 00:44:46

3ª - Conceição Margarida - 00:46:06

4ª - Melissa Maia - 00:47:27

5ª - Frankleicia de Sousa Holanda Lobato - 00:47:47


10 km – masculino

1º - Cicero Antonio Ferreira do Nascimento - 00:34:24

2º - Ricardo Santos - 00:34:49

3º - Felipe Carlos da Silva - 00:36:24

4º - Severino F de Sousa Saousa - 00:37:42

5º - Jean Dário - 00:39:54


21 km – feminino

1ª - Cristiane Alves Xavier - 01:35:27

2ª - Josélia Cardoso Xavier - 01:40:55

3ª - Erliene Freire - 01:41:09

4ª - Natercia Santos - 01:43:13

5ª - Rongilma Maria P. - 01:43:31




21 km – masculino

1º - Marcelo Avelar - 01:12:17

2º - Luan Tobias Santos da Silva - 01:17:24

3º - Alexsandro Tenório da Silva - 01:19:26

4º - Raphael Galhardo - 01:21:08

5º - Carlos Andre Nascimento - 01:21:17




21 km - cadeirante

1º - Gilvan Andrade de Lima - 1:03:07

629 visualizações