Buscar
  • RUN

Meia Maratona Internacional de João Pessoa se consolida no calendário de corridas de rua do país

Prova reuniu 4 mil atletas de todas as regiões do Brasil em suas três distâncias (5, 10 e 21 quilômetros)


Realizada durante o feriado da Proclamação da República, a segunda edição da Meia Maratona Internacional de João Pessoa (MMJPA), que ocorreu no último dia 17 de novembro, se consolidou no calendário de eventos esportivos da capital paraibana e do país. Ao todo, a prova reuniu 4 mil corredores de 22 estados brasileiros – somente Amapá, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Tocantins não tiveram representantes.


Estima-se que do total de atletas que participaram dos 5, 10 e 21 quilômetros, aproximadamente 2,5 mil eram turistas de fora da capital da Paraíba. A prova também contou com atletas de outros três países: Alemanha, Estados Unidos e Portugal.


O percurso passou por diversas praias (Tambaú, Manaíra, Bessa e Intermares) de uma das orlas mais bonitas do Nordeste, invadindo a cidade vizinha de Cabedelo. Não à toa, muitos corredores de Recife, Maceió e Natal – as capitais mais próximas de João Pessoa – também incluíram a MMJPA em seu calendário, fazendo com que a prova já possa ser considerada uma das principais da região.



Foi uma excelente oportunidade para corredores curtirem o feriado prolongado, conhecerem as belezas de João Pessoa e da Paraíba, além de uma boa opção para os corredores locais de todos os níveis se desafiarem – os mais velozes disputaram o troféu e as medalhas especiais para os 25 homens e 25 mulheres mais bem qualificados.


A terceira edição da MMJPA já está confirmada para 2020, agendada para 15 de novembro, tornando-se um dos principais eventos para movimentar a rede hoteleira e de serviços de João Pessoa.

Percurso e clima


Com um percurso inteiro plano, trata-se de uma boa oportunidade para buscar recordes pessoais, especialmente para os atletas mais acostumados ao calor.


Como já era de se esperar, a MMJPA reservou aos atletas um calorão (aproximadamente 30 graus já na largada, às 6 horas da manhã), com muito sol, e um percurso com grande influência do vento: 10,5 quilômetros a favor da brisa do mar, com uma volta desafiadora.


Estrutura


Com hidratação a cada cerca de 2,5 quilômetros, a prova também ofereceu isotônico perto dos 10,5 quilômetros, onde os atletas da meia maratona faziam o seu retorno. Um caminhão pipa foi usado para amenizar o calor dos corredores na ida e faltando aproximadamente 5 quilômetros para o fim da prova – ideia aprovada pela maioria dos corredores, sendo que alguns até mesmo pararam para curtir a água gelada.


Com uma campanha iniciada antes mesmo da largada, a MMJPA conseguiu reduzir os resíduos deixados na cidade com 30 tambores de lixo espalhados ao longo do percurso, evitando que os atletas jogassem copos de água e outros itens de hidratação/suplementação na rua. Dessa forma, a orla foi rapidamente limpa após a conclusão da prova.



Solidariedade


Na retirada do kit, os atletas poderiam levar, de maneira voluntária, 1 kg de alimentos não-perecível, que seria doado ao Lar dos Idosos – Mata do Amém, de Cabedelo. Ao todo, foram arrecadados cerca de 500 kg de alimentos, entregues à instituição na semana pós-prova.


No próximo artigo, vamos trazer os resultados oficiais da prova, que teve quebra de recorde, e apresentar um pouco mais sobre os atletas ganhadores. Enquanto isso, confira o vídeo oficial da MMJPA 2019.


2,038 visualizações

© 2018 por MMJPA. Orgulhosamente criado por MMJPA.